/Telespectadores dizem sentir falta de Tony Medeiros e Priscila Anacleto com as notícias da Região Agreste

Telespectadores dizem sentir falta de Tony Medeiros e Priscila Anacleto com as notícias da Região Agreste

Desde o final de agosto deste ano, que Arapiraca e Região do Agreste estão órfãs com as informações dos jornalistas Tony Medeiros e Priscila Anacleto, que todas às manhã, direto da Praça Luiz Pereira Lima, Centro da cidade, faziam suas entrevistas das mais diversas pautas, nos deixando bem informados de tudo o que acontecia no interior do Agreste.

Logo pela manhã, os âncoras da TV Gazeta de Alagoas, direto dos Estudios de Maceió, chamavam os repórteres Tony Medeiros e Priscila Anacleto, com suas respectivas matérias, com pautas recheadas de informações de todas as áreas, desde a política, até a economia do município.

Com as demissões dos dois jornalistas que se juntaram a Giovanni Luiz, além dos cinegrafistas Rubem Lopes e Jannison Umbelino, a Capital do Agreste, ficou igual a uma creche, onde os pais deixam os filhos pela manhã para trabalhar e não tem funcionários especializados para tomarem conta das crianças, que correm de um lado para o outro, sobem em balanços, se penduram em correntes e pulam sem a mínima noção dos perigos.

A mesma coisa ficaram os ófãos das notícias de cidade do interior, como  Girau do Ponciano, Palmeira dos Índios, São Sebastião, Limoeiro de Anadia, Coité do Nóia,  Traipu, Igaci,

Somente o jornalista Tony Medeiros foi poupado, por ser dirigente do Sindicato dos Jornalistas e ter imunidade sindical e que entrou em período de férias de 30 dias dada pela empresa, onde prorrogaram por mais 30.

“Não saia de casa sem assistir as entrevistas do Tony Medeiros e Priscila Anacleto. Como sou jornalista e preciso ficar bem informado, acompanhava o trabalho de ambos”, disse Cláudio Roberto, Assessor de Imprensa da Câmara Municipal de Arapiraca.

Outra telespectadora que também não perdia um noticiário  de ambos era Ana Souza Silva, que disse se sentir órfã de informações da Região Agreste de Alagoas.

“Tinha um relógio biológico pronto para despertar às 6h da manhã, para acompanhar as matérias de Tony Medeiros e Priscila Anacleto”, desabafou ela, acrescentando que espera voltar a vê-los no vídeo outra vez e muito em breve.

Redação