/Réveillon em Maceió e interior de AL terá reforço de mais de 1,2 mil policiais militares

Réveillon em Maceió e interior de AL terá reforço de mais de 1,2 mil policiais militares

Aumento no policiamento acontece durante os dias 31 de dezembro e 1º de janeiro

Mais de 1, 2 mil policiais militares farão parte do reforço do policiamento em todo o estado de Alagoas nos dias 31 de dezembro e 1º de janeiro, durante a Operação Réveillon 2019.

De acordo com o Comando de Policiamento da Capital (CPC), a região da Grande Maceió contará com 799 policiais a pé, motorizados e em conjuntos da Cavalaria. Equipes da Radiopatrulha e do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) também estarão atuando.

Em Maceió, haverá o reforço de 540 militares distribuídos pela orla marítima e nos bairros Jacintinho e Benedito Bentes. A orla também contará com a unidade móvel de videomonitoramento, que auxiliará a ação policial com várias câmeras.

Segundo a PM, o policiamento será dividido em cinco setores abrangendo a região do Memorial Teotônio Vilela, na Pajuçara, até o Posto 7, na Jatiúca. A orla de Cruz das Almas também receberá policiamento.

Em Marechal Deodoro, o aumento será no Centro, Barra Nova, Massagueira e na Praia do Francês. Além disso, haverá reforço de policiais nas cidades de Paripueira, Pilar, Barra de Santo Antônio e Barra de São Miguel.

De acordo com o órgão, no Benedito Bentes e no Jacintinho o aumento no policiamento será de 21h às 3h, que haverá queimas de fogos e shows artísticos. Nas outras regiões, o reforço acontecerá a partir das 22h.

Ainda de acordo com a Polícia Militar, na segunda-feira (31), equipes da PM estarão no centro de Maceió das 8h às 14h para reforçar a segurança enquanto o comércio estará funcionando.

Interior
No interior, serão 413 policiais a mais nos municípios de Maragogi, São Miguel dos Milagres, São Miguel dos Campos, Olho D’Água do Casado, Piranhas, Coruripe e Arapiraca e região.

O Comando de Policiamento do Interior (CPI) informou que deve reforçar o efetivo nos locais onde haverá festas de Réveillon, principalmente nos municípios que tradicionalmente apresentam maiores aglomerações. Além do aumento no efetivo, todos os municípios abrangidos pelo CPI terão as guarnições do serviço ordinário.

Assessoria