/Prefeito Júlio Cezar participa de Momento de Acolhida ao novo bispo de Palmeira dos Índios

Prefeito Júlio Cezar participa de Momento de Acolhida ao novo bispo de Palmeira dos Índios

O prefeito Júlio Cezar, acompanhado do vice-prefeito Márcio Henrique, participou neste sábado (9), do Momento de Acolhida ao quinto bispo de Palmeira dos Índios Dom Manoel Filho. A solenidade foi realizada no Centro de Treinamento do antigo Colégio Pio XII e contou com a presença de religiosos, grupos da igreja católica, representantes dos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário e da sociedade. Atualmente, a Diocese de Palmeira compreende 34 municípios e 36 paróquias.

Para o novo bispo de Palmeira dos Índios, o momento é de agradecer. “Este é um momento único de agradecimento a Deus. Este encontro com a sociedade palmeirense me dá ainda mais alegria de ter essa experiência de estar aqui e poder servir a todos e partilhar a experiência com Deus.

Estou aqui na certeza de que Deus fez o chamado, em um trabalho árduo colocado em minhas mãos, que é evangelizar e dispor o evangelho para cada um. Para este trabalho, preciso contar com a ajuda de todos, principalmente na missão de conhecer a Diocese, as cidades, a história, para que, de fato, os ensinamentos de Jesus sejam passados para cada um. Nesta Diocese vou vivenciar, caminhar e continuar a missão que hoje começo aqui”, explicou Dom Manoel.

O prefeito Júlio Cezar, que representou os gestores dos 34 municípios que abrangem a Diocese, disse que acolher um novo bispo, pastor de um numeroso povo, tem um significado muito grande para todos os palmeirenses. “É como se repetíssemos o gesto do Cristo Redentor, que lá do alto da Serra do Goití, está sempre de braços abertos a acolher quem chega e a abençoar quem por aqui passa em nossa cidade.

É com profunda alegria que, em nome do povo de Palmeira dos Índios, na condição de prefeito desta cidade, dou boas-vindas a Dom Manoel Filho, nosso novo bispo diocesano. Seja muito bem-vindo ao nosso meio.

Como lembra um trecho de nosso hino, esta cidade nasceu de uma cruz e, por isso, tem como vocação primeira dar amor e ofertar seu solo para quantos desejem transformá-la em seu lar. Por isso acolhemos jubilosos e, com muito amor, aquele que vem em nome do Senhor”, ressaltou o prefeito.

E continuou. “É importante lembrar que a igreja tem papel fundamental na construção de uma sociedade justa, orientando, alertando, propondo, mobilizando a comunidade, como inclusive se propõem a fazer neste tempo de campanha da fraternidade, onde chama a atenção para a importância dos católicos na elaboração, implantação e efetivação de políticas públicas, promovendo vida digna para todos.

Enquanto representantes do Poder Público, cumpre-nos o dever de estender as mãos e acolher a colaboração da Igreja, abrindo-lhe espaço para atuar sempre que possa, sendo voz forte em favor dos que mais precisam. E, dessa forma, caminharmos juntos”, finalizou o prefeito Júlio Cezar.

Assessoria