/Museus da Uneal tornam-se Pontos de Cultura em AL

Museus da Uneal tornam-se Pontos de Cultura em AL

Os museus foram idealizados pelo professor Jairo José Campos da Costa

Os espaços de memória Artesã Irinéia Rosa Nunes da Silva e Artesão Fernando Rodrigues dos Santos da Universidade Estadual de Alagoas foram reconhecidos como Pontos de Cultura pela Secretaria Especial de Cultura do Governo Federal. A confirmação foi enviada pelo órgão, no início deste mês, ao diretor do Sistema de Museus da Uneal, professor Jairo José Campos da Costa.

O Espaço de Memória Artesã Irinéia Rosa Nunes da Silva é um Museu de Arte Popular da UNEAL com acervo formado por artefatos dos artistas da Comunidade Remanescente de Quilombo Muquém, em União dos Palmares.

Já o Espaço de Memória Artesão Fernando Rodrigues dos Santos está localizado na Ilha do Ferro, município de Pão de Açúcar, e disponibiliza aos visitantes esculturas em madeira, bancos, cadeiras, bonecas de pano e bordados, técnicas – boa noite, redendê, ponto cheio e labirinto, produzidas no Baixo São Francisco.

Os museus foram idealizados pelo professor Jairo José Campos da Costa e concretizados com recursos da Uneal e da Fundação de Amparo à Pesquisa de Alagoas (Fapeal) e estão ligados ao Núcleo de Pesquisa em Literatura e Artes Visuais Populares (NUPLAV), cadastrado no CNPQ. Ambos foram criados por resoluções do Conselho Superior da Universidade Estadual de Alagoas, em julho de 2016, e estão cadastrados no Instituto Brasileiro de Museus (IBRAM).

“Nossa missão é exibir e valorizar a tradição destas comunidades. Torná-los ponto de cultura é o reconhecimento, por parte dos órgãos federais, de que promovemos o acesso, a proteção e a promoção dos direitos, da cidadania e da diversidade cultural brasileira”, ressaltou Jairo Campos.

Assessoria