/Laudo descarta risco iminente de desastre em barragem de Palmeira

Laudo descarta risco iminente de desastre em barragem de Palmeira

Documento foi assinado por um engenheiro do Departamento Nacional de Obras contra as Secas

O engenheiro civil José Antônio de Melo, especialista em projetos de barragens, do Departamento Nacional de Obras contra as Secas (Dnocs), apresentou nesta quinta-feira (31) um laudo de avaliação técnica das condições da barragem da Mata da Cafurna, em Palmeira dos Índios, Agreste alagoano. O documento revela não haver risco iminente de desastre.

A barragem está localizada em terras indígenas, na aldeia Xucuru-Kariri, sendo responsabilidade da Fundação Nacional do Índio (Funai). O técnico do Ibama AL, Rivaldo Couto, em uma reportagem da TV Gazeta, disse que “a Mata da Cafurna é a única barragem de Alagoas que oferece riscos para a segurança das comunidades”.

A declaração do representante do Ibama causou grande preocupação para a população palmeirense. Diante disso, o prefeito do município, Julio Cezar, determinou imediatamente que uma equipe técnica do município fizesse uma inspeção na barragem. 

Segundo o documento, assinado pelo engenheiro, “a Barragem não oferece nenhum risco iminente de ruptura”. Ele verificou apenas a necessidade de um pequeno concerto na ombreira esquerda, mas salienta que isso não propicia nenhum dano. 

Recomenda ainda, que a barragem seja incluída em um Programa de Inspeção, por parte dos órgãos competentes, ANA, Funai, Ibama, Ima e Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh).

Na última terça-feira (29) a Agência Nacional de Águas (ANA) divulgou uma lista de 26 barragens, em Alagoas, que terão fiscalização priorizada. 

Algumas foram classificadas de risco alto e com dano potencial associado alto. A barragem da Mata da Cafurna não aparece no relatório da ANA. 

Júlio Cezar disse que o Laudo foi um alívio para todos. “Agora estamos mais aliviados. Este Laudo é assinado por um profissional da engenharia, com  mais de 30 anos de serviços e de experiência no assunto. 

Seguiremos todas as recomendações. Inclusive, nossa Defesa Civil já encaminhou ofício aos órgãos competentes, pedindo que realizam relatórios de segurança de todas as nossas barragens”, informou o prefeito.

Gazetaweb