/GREVE DOS JORNALISTAS 2019

GREVE DOS JORNALISTAS 2019

A direção do Sindicato dos Jornalistas Profissionais de Alagoas informa a categoria que o movimento de greve continua firme, crescente e com expectativa de que a paralisação alcance 100% dos jornalistas alagoanos. A mobilização permanece forte e hoje tivemos uma prova real da força e legitimidade de nossa luta. Os diretores do sindicato foram convidados para uma reunião informal que ocorreu na sede da TV Gazeta de Alagoas junto ao diretor jurídico Thiago Amorim.

Nessa reunião as duas partes externaram preocupações com a atual situação de greve e a direção do sindicato reforçou que continua aberta ao diálogo. Informamos a categoria que a decisão de paralisação das atividades no próximo dia 25 de junho ESTÁ MANTIDA e só pode ser alterada caso as empresas desistam definitivamente da proposta absurda de redução de 40% do valor do piso salarial. A conversa com o diretor jurídico da Gazeta foi importante porque houve um aceno para a construção de uma nova proposta que passa a ser detalhada para conhecimento geral da categoria:

Manutenção do piso salarial

Reajuste de 5.07% de reposição inflacionária dividido em 05 parcelas
Estabilidade dos empregos por um ano de todos os profissionais com contratos vigentes.
Para a contratação de NOVOS profissionais a proposta construída fica assim:

Piso salarial atual (sem reajuste inflacionário)

Suspensão das gratificações para produtores (pauteiros) e editores pelo prazo de um ano
Vale ressaltar que essa proposta ainda é embrionária e caso seja oficializada pelas empresas de forma unificada será submetida a análise de Assembleia Geral, que é soberana para deliberar sobre ela.

Ressaltamos ainda que esses termos NÃO são oficiais, não possuem validade, e apesar de se aproximar a uma proposta apresentada pelo sindicato nas negociações, ainda não possui valor jurídico ou garantia. Não há sequer uma definição sobre se esses termos serão oficializados como proposta formal. Assim sendo, estamos aguardando a formalização de uma proposta concreta para a convocação de assembleia.

ALERTAMOS a categoria que em períodos de greve é comum que hajam especulações sobre propostas. Especulações essas que possuem claro objetivo de desarticular o movimento grevista. Esperamos que os termos colocados na reunião informal não tenham tido esse cunho, uma vez o movimento continua firme e a pratica não seria bem aceito pelos jornalistas de Alagoas. No entanto, reiteramos que o fim da greve só depende dos patrões, mas até agora, sexta-feira, não há nenhuma indicação oficial de negociação, portanto a greve está MANTIDA.

Assessoria