/Delegacia Regional de Arapiraca acumula centenas de motocicletas apreendidas

Delegacia Regional de Arapiraca acumula centenas de motocicletas apreendidas

A imagem da Delegacia Regional de Arapiraca é associada a um ferro velho pela população do agreste de Alagoas. Tal constatação foi confirmada pelos dirigentes do Sindicato dos Policiais Civis de Alagoas (Sindpol) devido à existência de mais de 200 motos e mais de 50 carros que estão espalhados pelo pátio da regional, o que coloca em risco a saúde dos policiais e da população.

O presidente do Sindpol, Ricardo Nazário, revela que o Sindicato está fazendo intervenção em todo o Estado de Alagoas para cobrar das autoridades da Secretaria de Segurança Pública atenção especial aos policiais civis de Arapiraca, os quais continuam enfrentando essa situação, que é um problema de saúde pública em decorrência do amontoado de automóveis na delegacia.

“O Poder Público ignora e não melhora as condições do ambiente de trabalho dos policiais civis. Sem realização de concurso público, o efetivo da Polícia Civil está cada vez mais reduzido, o que deixa os poucos policiais civis suscetíveis às pragas, como ratos, baratas, escorpiões e mosquitos transmissores da Dengue, Zika e Chikungunya”, alerta o Ricardo Nazário.

O presidente do Sindpol está preocupado com a saúde dos policiais civis e da população que estão expostos a todos os tipos de doenças por conta dos automóveis, que se transformaram em focos de pragas e servem para espalhar enfermidades à população. “A SSP tem que ter responsabilidade. Há muitos anos que esse problema se repete, sem solução”, denuncia.

O diretor de Comunicação do Sindpol, Edeilto Gomes, que também esteve na Regional de Arapiraca, reafirma que o atual ambiente é desfavorável à saúde dos policiais e da população. “É necessário que a cúpula da Polícia Civil tome providências para evitar a proliferação de vetores de várias doenças na população”, revela.

diarioarapiraca