/Criador da logomarca do Coringa, Ismael Pereira afirma que trevo deu sorte ao grupo

Criador da logomarca do Coringa, Ismael Pereira afirma que trevo deu sorte ao grupo

O político, escritor, artista por excelência e porque não dizer o mito Ismael Pereira, prestes a lançar seu 1º livro de poemas, esteve na rádio 96 fm Arapiraca essa semana e falou sobre algo curioso. A logomarca do Grupo Coringa foi desenvolvida por ele.

Em uma viagem ao passado, o ex-vereador por Arapiraca e também ex-deputado estadual quando nem se recebia salário para desempenhar tamanha função, lembrou quando os sócios José Alexandre e Levino foram até a sua casa, lá no cruzamento das ruas Pedro Correa com a Monsenhor Macedo.

“Eu sempre gostei de desenhar e de pintar, acredito que já desempenhava o hobby dentro da barriga da minha saudosa mãe”, contou. “Sem computador, muito menos programa especifico, apenas com uma prancheta, eles me pediram para desenhar a logomarca do Coringa na munheca”, lembrou.

Na verdade, Ismael esclareceu que naquela época nem logomarca era, se chamava símbolo. “Desenhei um trevo de quatro folhas, e não é que deu sorte?”, questionou.

Mais que isso, Ismael explicou que transportou o símbolo mencionado para a riqueza potencial de Arapiraca: “as folhas de fumo”. “E eu fico muito feliz de ver que o meu desenho foi preservado e a logo mantida”, finalizou o mito com o coração cheio de gratidão.

A marca evoluiu, mas não mudou sua essência. Afinal, não se meche em time que está ganhando.