/Aprovado projeto do vereador Léo Saturnino estabelecendo o tempo de vinte minutos para desembarque de pacientes em frente aos hospitais

Aprovado projeto do vereador Léo Saturnino estabelecendo o tempo de vinte minutos para desembarque de pacientes em frente aos hospitais

“As reclamações nas emissoras de rádios de Arapiraca e também nas redes sociais são constantes. Quem mais reclama são os motoristas”, desabafou o vereador Léo Saturnino (MDB), ao falar sobre a aprovação do projeto de sua autoria , alterando o projeto de lei de 2000, que proíbia  o estacionamento de veículos em frente às Casas de Saúde, Hospitais, Farmácias e Clínicas Médicas, para que pacientes sejam atendidos .

Pelo projeto alterado de autoria do vereador Léo Saturnino, fica permitido o estacionamento dos veículos por um período de vinte minutos, até que os motoristas possam desembarcar os pacientes que correrem o risco de sofrerem nenhuma penalidade pela SMTT, como vinha sendo há muito tempo.

De acordo com o vereador Léo Saturnino, com a sanção do prefeito Rogério Teófilo, que já se mostrou sensível ao projeto, os motoristas já poderão a partir da sanção do projeto, estacionar sem a preocupação de sofrer nenhuma penalidade.

Segundo o vereador, pelo projeto, será considerado infrator e estará passivo as penalidades previstas em Lei, o motorista que ultrapassar o período estabelecido de vinte minutos.

Antes, esse tempo era de cinco minutos, o que trazia segundo o parlamentar, muitos transtornos para os familiares de pacientes que tinham que desembarcarem em frentes dos estabelecimentos.

“Esse tempo de cinco minutos, é o suficiente para que os pacientes possam desembarcar. Dá tempo suficiente, até para aqueles que necessitam entrar de cadeira de rodas cedidas pelos hospitais”, argumentou o parlamentar.

Mostrando preocupação,  uma vez que alguns projetos, segundo o próprio vereador, o prefeito Rogério Teófilo, vem travando, ele espera que independentemente de lados políticos, o projeto em referência, seja sancionado.

“Porque quem vai sair ganhando, não é o vereador Léo Saturnino, o prefeito Rogério Teófilo ou a Câmara Municipal, mas a população em geral, que deixará de enfrentar transtornos na hora de levar alguém da família para ser atendido em uma unidade de saúde e sofrer penalidades por causa de um estacionamento”, desabafou Léo Saturnino.

Redação com Assessoria