/Adfima comemora 30 anos de serviços prestados e valorização à pessoa com deficiência

Adfima comemora 30 anos de serviços prestados e valorização à pessoa com deficiência

Reconhecendo valores, auxiliando nas necessidades e realizando ações para melhoria na qualidade de vida da pessoa com deficiência. É dessa forma que a Associação dos Deficientes Físicos e Mental de Arapiraca (Adfima) vem desenvolvendo o seu trabalho nesses 30 anos em Arapiraca.

E para comemorar a data, nessa quinta-feira (30), a instituição reuniu, no Instituto Federal de Alagoas (Ifal), os grandes parceiros, dentre os quais está a Prefeitura Municipal de Arapiraca, para brindar mais um ano de atividades e mostrar um pouco do que vem sendo feito nessas três décadas, através do “Viva Bem, Viva Adfima”.

Nessa árdua trajetória, o presidente Adriano Targino falou dos percalços e conquistas, mas relatou o prazer de poder servir e dar voz, de trabalhar a inclusão social, e de poder buscar o reconhecimento merecido à pessoa com deficiência.

A vereadora Aurélia Fernandes (PSL), também participou do evento.

“Os direitos para a pessoa com deficiência ele é adquirido com muita luta com o passar dos anos, e nós mostramos à sociedade que o deficiente é uma pessoa, que apesar das suas limitações ele é uma pessoa de direito e que cumpre os seus deveres, e estamos aí para mostrar que somos capazes de realizar qualquer tipo de atividade, claro, com alguma limitação, independente da sua deficiência”, apontou Targino.

Inseridos como Centro Especializado em Reabilitação III (CER), por oferecer serviços no campo intelectual, físico e visual à população, a Adfima atende a três regiões de Saúde, que engloba, além de Arapiraca, outros 17 municípios, e uma macrorregião, abrangendo 48 cidades alagoanas.

“Hoje, através do CER III, nós somos referência para físico e intelectual para a 7ª, 8ª e 9ª Região de Saúde, que abrange 17 municípios diretos, e na área visual para a 2ª Macrorregião, que abrange 49 municípios”, pontuou o presidente.

Assessoria

Fotos: Genival Silva.