Mesmo com decisão judicial, servidores do Detran de Alagoas mantêm 100% dos serviços paralisados

A greve dos servidores do Departamento Nacional de Trânsito (Detran-AL) já dura nove dias. Mesmo com a determinação da Justiça de manter metade dos serviços funcionando, a adesão dos servidores é de 100%.

A decisão que daclarou a greve dos servidores legal é do desembargador Tutmés Airan de Albuquerque Melo. De acordo com o presidente do Sindicato dos Servidores do Detran (SINSDAL), Roberto Martins, a categoria entendeu que não ficou claro quais os serviços considerados essenciais para que possam retomar o atendimento.

“Nós precisamos materializar a decisão do desembargador. Com tudo, não ficou claro quais são os serviços essenciais do Detran. Nós estamos aguardando uma audiência de conciliação por meio de um agravo de instrumento do Tribunal de Justiça para que o desembargador que garantiu a legalidade da greve diga quais são os serviços”, afirma.

A categoria cobra realização de concurso público, revisão do plano de carreira e autonomia administrativa do órgão.

Enquanto os serviços estão parados, a categoria faz atos pelas ruas da capital. “Fazemos panfletagem e hoje estamos fazendo uma blitz para alertar aos motoristas sobre os riscos de acidentes no carnaval”, afirma.

Por: G1-AL

Be the first to comment

Comentários